Menu de Navegação

Caminho de Navegação

Página que exibe uma única notícia

Mutirão em Blumenau resulta em 45 acordos e R$ 14,5 milhões em indenizações

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscon) promoveu, de 27 a 29 de novembro, mutirão de conciliação em ações de desapropriação do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para continuidade das obras de duplicação da BR 470, na região dos municípios de Blumenau, Gaspar e Indaial. Foram realizadas 65 audiências, que terminaram com 45 acordos e R$ 14,5 milhões em indenizações. Em 20 processos em que não houve acordo, a causa retornará à unidade judiciária de origem para tramitação normal.

O mutirão foi organizado pelo coordenador do Cejuscon de Blumenau, juiz Antonio Araújo Segundo, que presidiu audiências juntos com os juízes Adamastor Nicolau Turnes, Francisco Ostermann, Rosimar Terezinha Kolm e Vitor Hugo Anderle. A Defensoria Pública da União foi representada pela defensora Viviane Magalhães Pereira Arruda. O DNIT, pelos procuradores Ângela Maria Zanini, Camila M. V. Martins, Josmar  Krahl e Mitzi Silva Antunes, e pelos Engenheiros João José da Silveira Vieira, Ugo Mourão e Yuri Mourão. Os trabalhos, que tiveram a participação de 19 advogados, seis servidores e quatro estagiários, envolveram outras 159 pessoas, entre partes e interessados.